Posso sugerir a marca utilizada dos meus materiais cirúrgicos ?

materiais cirúrgicos

Muitas dúvidas são criadas quando se trata de opiniões de paciente antes dos procedimentos cirúrgicos, principalmente em relação à escolha dos materiais cirúrgicos.


Nesse momento, o paciente é respaldado em sugerir, mas apenas o médico pode acatar, segundo o que veremos a seguir.


Direitos e Deveres: materiais cirúrgicos

É importante destacar o Código de Defesa do Consumidor (CDC), o qual, segundo a definição do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), ele é uma lei abrangente que trata das relações de consumo em todas as esferas: civil, definindo as responsabilidades e os mecanismos para a reparação de danos causados; administrativa, definindo os mecanismos para o poder público atuar nas relações de consumo; e penal, estabelecendo novos tipos de crimes e as punições para os mesmos.


Portanto, se trata de uma lei que protege o consumidor, a qual é a parte hipossuficiente da relação comercial. Uma vez que nem tudo que envolve tal relação pode ser de pleno domínio da parte que adquire o produto.


Esta relação se instaura em diversos serviços, até mesmo na relação médico-paciente. Onde a principal falta dos médicos hoje em dia, perante o judiciário, está em não prestar contas para o entendimento de tudo que pode suceder à terapia proposta. Dá-se a isso o nome de negligência informacional.


Além disso, quem nunca sofreu, ou pelo menos não conhece alguém próximo que tenha sofrido algum desatino por parte do seu seguro saúde/ convênio médico?


Seguro de saúde e convênio médico

Vale reiterar que existe um estudo realizado pela Faculdade de Medicina da USP, a qual mostra números recordes na instauração de processos contra planos de saúde só no Estado de São Paulo. Entre janeiro e junho de 2011, foram registrados, no Tribunal de Justiça de São Paulo, 3.300 casos semelhantes, enquanto que no ano de 2017, no mesmo período, este número foi a 14.623, representando percentualmente uma elevação de 386% em números de casos num período de 6 anos.


Ademais, por mais que  o  IDEC,  junto  à  Agência  Nacional  da  Saúde  (ANS) sejam  órgãos controladores de atos abusivos, e por que não atentatórios contra o consumidor. Parece-me que os planos de saúde insistem em erros, como desrespeitar o contratante com inesperadas “não coberturas”, sejam elas nas urgências ou mesmo em procedimentos eletivos. 


Respostas indignas como “este material não está coberto”, “o senhor pode checar no contrato que este tem não tem cobertura” ou ainda “o procedimento foi autorizado, mas o material não” são algumas das frases infelizmente escutadas dia após dia.


Com isso, é essencial esclarecer quem tem o “poder” de solicitar o material. Ou seja, é o mesmo que tecnicamente tem competência para declarar o material certo ou errado para o procedimento cirúrgico: o médico.


Por conta de toda sua expertise, é destinado a ele toda e qualquer responsabilidade na escolha e introdução de materiais no paciente. Sejam estes materiais presentes apenas ao longo do procedimento cirúrgico, como por exemplo, os próprios materiais cirúrgicos, seus cuidados e sua esterilização; sejam estes materiais de característica permanente, assim como próteses ortopédicas ou até mesmo stents para manter uma artéria coronária aberta.


O médico é capaz de entender esta , e não o plano de saúde, onde o paciente pode ter a opção de sugerir ao seu médico a marca de seus materiais cirúrgicos, mas o médico que vai tomar a decisão final.


Em caso de dúvida, consulte o CDC, entre em contato com IDEC ou ANS e, é claro, fale com um bom advogado.


A Real Médica: qualidade em materiais cirúrgicos

A Real Médica é a empresa mais qualificada e pronta para atender solicitações desse tipo. Uma vez que esta nasceu com o objetivo de levar aos profissionais de saúde e pacientes, produtos médicos e hospitalares que conciliam alta tecnologia, qualidade e um melhor custo x benefício.


São 30 anos de história focados em construir uma boa comunicação com os clientes, procurando entender quais eram as suas necessidades e qual seria a forma mais eficiente de ajudá-los.


Além disso, durante essa caminhada, contamos com a parceria de grandes fornecedores, entre os mais antigos está a Johnson & Johnson, a melhor marca de materiais cirúrgicos do mercado, a qual nos acompanha há mais de uma década.


Venha nos conhecer agora mesmo.