Escolhendo a Prótese Mamária

prótese mamária

Escolher a prótese mamária é uma tarefa um tanto difícil, principalmente porque essa resposta depende de uma série de fatores.


Geralmente, as pacientes chegam às clínicas acreditando que basta escolher apenas o tamanho da prótese e agendar a cirurgia de implante de silicone nos seios, mas infelizmente, não acontece dessa forma.


Afinal, escolher a prótese de silicone certa para você dependerá de outros aspectos fundamentais para o sucesso do implante, tais como veremos a seguir.


Principais Perfis de Prótese Mamária

Quando se trata de próteses, elas acabam se diferenciando pela sua projeção ou diferentes perfis, onde essa diferença dos perfis está na projeção das próteses. Ou seja, o quanto elas deixam os seios mais para frente, bem como a largura da base das próteses, a qual determina o quanto ela se espalha na mama.


Nesse sentido, para um mesmo volume, quanto mais alto o perfil, menor a base do implante e maior sua altura. Confira os principais perfis:


1) Perfil Baixo

Esse tipo de prótese mamária de perfil baixo têm uma base mais larga e são mais baixas. Resultando em maior projeção do colo dos seios e pouca projeção para frente.


2) Perfil Moderado

Por outro lado, as próteses de silicone de perfil moderado são amplamente recomendadas para mulheres que têm ombros ou um tórax mais largo.


Por ser redonda e achatada esse tipo de prótese aumenta os seios para os lados sem muita projeção para frente.


3) Perfil Alto

Esse tipo de prótese de silicone, de perfil alto, são as mais utilizadas na maioria dos casos, tendo uma base de menor tamanho e sendo mais altas, dando maior projeção dos seios para frente sem tanta necessidade de preenchimento de volume no colo mamário.


4) Perfil Ultra Alto

Esse tipo de implante tem a base mais estreita se comparada a base do perfil alto e o silicone fica bem concentrado no centro, garantindo uma projeção maior.


Esse  modelo de perfil tem duas vantagens: além de deixar as mamas bem volumosas e empinadas, o fato de a base ter um diâmetro menor é indicada para pacientes com tórax estreito, criando um resultado totalmente proporcional.


A prótese de perfil alto e volume de 300 ml dá uma projeção de 4,6 cm. Já a de perfil ultra alto com essa mesma quantidade de silicone tem uma altura de 5,3 cm. Isso faz muita diferença no resultado!


Formatos de Prótese Mamária 

Dentre os formatos de prótese mamária, existem 3 que devem ser considerados, tais como:


1) Formato Anatômico

O primeiro formato exposto aqui é o também conhecido como gota, projetam principalmente a parte inferior das mamas, sendo excelente em casos de reconstrução mamária após tumores na mama.


Mas como apresenta um formato assimétrico, esse tipo de prótese tem um risco maior de girar e sair da posição original.


Por fim, a prótese de silicone de formato anatômico é mais utilizada nas pacientes que já tem mamas com formas e contornos estéticos e que querem apenas um aumento proporcional.


A projeção para frente nas próteses de silicone em gota é menor do que a que acontece com a prótese mamária de silicone com perfil alto.


2) Formato Redondo

Este formato preenche a mama totalmente, possuindo diferentes tipos de perfis, que definem a projeção dos seios no corpo.


O formato redondo proporciona um visual mais atraente, mas acaba marcando mais a mama, o que geralmente pode deixar um aspecto artificial.


3) Formato Cônico

Esse formato é parecido com o formato redondo, tendo apenas uma diferença: a projeção para frente no corpo da mulher, a qual é um pouco mais fina e pontiaguda como a forma de um cone.


Principais Planos de Prótese Mamária

Outro ponto crucial é definir qual a melhor posição das próteses mamárias que o seu cirurgião plástico deverá levar em conta algumas características físicas, como por exemplo, a qualidade de sua pele, a quantidade de tecido mamário que irá cobrir o implante e o tipo físico da paciente.


Existem três planos onde as próteses podem ser implantadas:


1) Subglandular (Abaixo da glândula mamária)

Esse plano, o subglandular, é muito utilizado por ser o mais fácil de descolar e, também, por permitir uma boa hemostasia durante a cirurgia (controle do sangramento).,onde a dor e o desconforto no pós-operatório são mínimos e duram poucos dias.


2) Subfascial (Abaixo da fáscia do músculo peitoral )

Por outro lado, o plano subfascial utiliza uma membrana que reveste o músculo peitoral, chamada de fáscia peitoral, para receber a futura prótese.

Nesse caso, o sangramento é igual ao do plano subglandular, porém a dissecção desta fáscia é mais difícil, tornando a cirurgia um pouco mais demorada.


3) Submuscular (Abaixo do músculo em si)

O terceiro plano é o submuscular, o mais utilizado depois do plano subglandular.

As indicações para se colocar a prótese neste plano são para pacientes muito magras que precisam de uma barreira a mais entre a pele e o implante para que este não se torne visível.

É indicado também para pacientes com histórico de câncer de mama.


Principais Tipos de Incisão

As variáveis que interferem no resultado de uma mamoplastia de aumento são muitas. Além da escolha do volume, formato e perfil da prótese, uma outra decisão é muito importante para definir a posição e o tamanho da cicatriz: o local da incisão. Vejamos abaixo os principais tipos:


1) Axilar

É uma técnica em que o cirurgião plástico insere a prótese por meio de cortes feitos na dobra natural das axilas. A principal vantagem dessa técnica é o fato de que não há nenhuma cicatriz nas mamas. O silicone é colocado por trás desse órgão, com um túnel aberto desde as axilas até a glândula mamária.


2) Inframamária

É uma técnica onde o cirurgião plástico insere a prótese por meio de um corte feito na dobra inferior da mama.

A vantagem é que o acesso à região onde a prótese será inserida é muito fácil. Basta um pequeno corte para abrir o espaço (chamado de loja) necessário para o procedimento. O posicionamento do implante sob a glândula também é muito simples e preciso.


3) Areolar

Nesse caso, o cirurgião plástico insere a prótese por meio de um corte semicircular feito no contorno da aréola dos seios. Ela também é conhecida como incisão periareolar.

A cicatriz resultante desse tipo de cirurgia é muito discreta. Além disso, essa técnica permite que o cirurgião tire uma pequena tira de pele em formato de meia-lua para corrigir casos de leve flacidez.


Principais Marcas de Prótese Mamária

Esse ponto é muito importante, uma vez que você tem o direito de escolher a marca de sua prótese mamária, pois isso vai deixar o processo mais seguro e duradouro te proporcionando os melhores resultados.


Conheça as melhores marcas de prótese mamária:


1) Prótese Mamária CRM Medic

A marca começou a conquistar a confiança de cirurgiões e pacientes no Brasil, onde conseguiu a aprovação de órgãos importantes como a ANVISA e o Inmetro, sendo reconhecida atualmente como uma das melhores marcas de prótese de silicone do mercado.

Entre seus produtos de maior aceitação, podemos destacar as próteses mamárias de perfil super alto e perfil alto, as quais garantem o resultado estético que muitas mulheres desejam.

Todos os implantes da CRM Medic têm certificado de garantia de 10 anos para ruptura capsular e em alguns casos de contratura capsular grau IV e V. Portanto, isso os torna uma das melhores opções para as pacientes.


2) Mentor by Johnson & Johnson

A Mentor by Johnson & Johnson é a líder mundial em implantes mamários de alta qualidade, onde há mais de 30 anos, ela tem sido a escolha de confiança de milhões de mulheres em todo o mundo.

Além disso, ela conta com um histórico de qualidade e inovação, a qual permite ir além dos padrões da indústria com o plano de proteção mais abrangente disponível – o Mentor® Promise.


3) SILIMED

A marca Silimed é uma das melhores do mercado, onde os produtos são fabricados com matéria-prima de primeira qualidade e tecnologia de ponta.

Um fato interessante é que ela foi a primeira no mundo a identificar cada peça com um número de série individual, o que permite a rastreabilidade de seus produtos, proporcionando mais segurança a médicos e pacientes.

Este sistema de rastreabilidade é capaz de armazenar as informações desde a produção até a implantação, proporcionando mais segurança a médicos e pacientes. Sendo assim, para assegurar o funcionamento do sistema, todas as vendas são realizadas de forma cuidadosa e com a validação dos dados.

Para efetuar a compra, os médicos precisam informar seu CRM e os pacientes necessitam de prescrição médica com informações específicas e dos dados de um médico cadastrado.


4) POLYTECH

A POLYTECH no Brasil, é uma das maiores fabricantes mundiais de implantes de silicone, a qual acredita na individualidade de cada pessoa e, por isso, oferece o portfólio mais abrangente, com mais de 2.000 variantes, para cada paciente encontrar o seu implante perfeito.

Além disso, é a única marca de implantes “Made in Germany” do mundo, contando com um controle de qualidade com rigidez acima da média e uma conformidade absoluta com os órgãos reguladores mais exigentes da Europa e do mundo.


5) MOTIVA

As soluções de tecnologia da informação e telecomunicações da MOTIVA inovam através das parcerias estratégicas com os principais players de mercado, proporcionando a inovação e segurança.

Além disso, é importante ressaltar que além do atendimento humanizado em todas as esferas de atuação, os especialistas nas áreas de atendimento e relacionamento de vendas e customer care proporcionam uma experiência única em cada jornada.